Postagens

Mostrando postagens com o rótulo vida

Surto na cadeia

Aqui no Mato Grosso do Sul, o ex-prefeito de Aquidauana e ex-deputado Federal Raul Freixes, que atualmente está preso por corrupção em Campo Grande, sofreu um ataque de pânico na cadeia ontem. Apresentando sintomas como convulsões, agitação e alucinações, Raul foi levado a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e teve que ser sedado e amarrado. Ultimamente, ele, que tem transtornos psiquiátricos, como depressão e síndrome do pânico, estava sendo ameaçado por detentos.
Raul Freixes apresentava o programa local "O Povo na TV", do SBTMS, emissora afiliada ao SBT, no qual vivia criticando a corrupção. Ainda bem que o programa já tem outro apresentador desde 2011 (Tatá Marques). O povo não merecia essa incoerência. De que adiantava Freixes meter o pau nos corruptos se ele também surrupiou os cofres públicos?
A Justiça deveria autorizar Raul Freixes a cumprir pena em regime domiciliar. Sua vida corre perigo. Além disso, ele não é como aqueles presos de alta periculosidade. E se e…

Tragédia evitável

Neste sábado, em Londrina, no Paraná, um homem usuário de drogas matou três pessoas após uma briga com a namorada. Ele, que está preso, matou a facadas a própria mãe e, depois, invadiu uma casa vizinha e assassinou do mesmo modo duas mulheres e uma criança. Horas antes, o rapaz tinha sido atendido em um posto de saúde em Cambé, uma cidade vizinha, devido a um surto de agressividade.
Os funcionários desse posto foram negligentes, pois o homem foi liberado mesmo depois de a mãe e a namorada terem informado que ele era usuário de drogas. Se esse rapaz tivesse recebido tratamento adequado, a tragédia não teria ocorrido. A negligência acabou custando a vida de três pessoas. A conduta dos responsáveis pelo atendimento deveria ser investigada.

Melhorias na saúde

Nos últimos 30 anos a mortalidade de recém-nascjdos no Brasildiminuiu 75,8%, segundo o IBGE.
Realmente, dos anos 80 até agora, a vida da população melhorou bastante. Só que o nosso país ainda deixa a desejar na saúde, na educação, na segurança etc.

Socorro às vítimas de estupro

A presidenta Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei que obriga os hospitais a fornecer a "pílula do dia seguinte" às mulheres que sofrerem violência sexual.
Muito boa mesmo essa decisão da Dilma! Nenhuma mulher merece gerar um filho fruto de um ato monstruoso. A gravidez indesejada prejudica a vida das vítimas de abuso sexual. Todos os planos que elas fazem para o futuro caem por terra.

Mais uma família destruída pela violência doméstica.

Em Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, um homem matou a ex-mulher a tiros na noite de ontem por não aceitar o fim do relacionamento. Ele está foragido.
Pra que fazer isso? Tem tanta mulher solteira por aí. Esse sujeito não acabou apenas com a vida da ex-esposa; ele  também arrasou a família dela e sua própria. Acho que o homem que agride ou mata mulher não deve ser preso nam condenado à morte, e sim submetido a trabalhos forçados pelo resto da vida; esses indivíduos devem pagar pelo que fizeram enquanto estiverem vivos. Também acho que a venda de armas  a pessoas comuns deveria ser proibida.