Postagens

Mostrando postagens com o rótulo transporte coletivo

Tensões que por pouco não vieram com o novo mês no transporte coletivo

A falta de algo ou alguém eleva mediante seus inconvenientes o valor que tem aos olhos de quem o trata com negligência, o tipo de advertência ou lição de que vivemos sendo alvos. Era para ser a vez de principalmente o governo estadual do Rio Grande do Sul receber em aspectos de seus interesses localizados na região da cidade de Taquara os reflexos de ter congelado a dinâmica do apoio à Prefeitura em reestruturações do entorno da estação rodoviária, razão por que parte dos administradores do terminal o moveriam de lá com amparo judicial neste dia 2. Entretanto, quase na reta final do segundo tempo, a mesma Justiça antes autora de parecer favorável ao despejo do prédio devido às restrições no seu proveito virou o jogo, desconsiderando a medida por tempo indeterminado face a suas maiores implicações na comunidade.

Em relação ao ponto de idas e vindas a ônibus, os gerenciadores municipais e a LCR Participações, empresa atuante na regência do espaço, orbitam repartindo similar enfoque em a…

É o que eles têm para o povo!

A edição do telejornal local Bom dia Rio Grande, da sucursal gaúcha da RBS, grupo de comunicação afiliado da Globo no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, veículada no dia 13 do último mês teve como atração de destaque o acompanhamento ao vivo, por uma equipe de reportagem, da difícil rotina dos usuários do transporte coletivo em Alvorada, na região metropolitana de Porto Alegre. Relatos de cidadãos que esperavam ônibus levam-nos a concluir que essa primeira etapa é apenas o começo do teste de resistência de sua paciência, saúde e segurança possível com a superlotação e o mau estado de diversos veículos, nos quais não vão a passeio, e sim no cumprimento de suas obrigações cotidianas, como os estudos e o trabalho. A primeira entrada ao vivo da equipe flagrou alguns ônibus trafegando muito cheios, filme visto por nós incessantemente e, por isso, já transformado em um dos elementos caracterizadores das paisagens urbanas brasileiras e dos outros países subdesenvolvidos. Mais tarde era na …

Pontualidade

A Prefeitura e as empresas de transporte coletivo de Joinville, em Santa Catarina, estudam medidas para diminuir atrasos nas linhas de ônibus. Uma delas é a possibilidade de aumento da velocidade dos veículos para 20 quilômetros por hora.
Alguma medida tem que ser tomada para diminuir esse problema. Caso contrário, o povo vai começar a comprar carros e motos, o que poderá igualar o trânsito de Joinville ao de São Paulo. É muito ruim chegar atrasado na escola ou no trabalho (muita gente já perdeu emprego por isso no país inteiro).

Para não perder o benefício

Aqui em Mato Grosso do Sul, os idosos que têm a carteira de gratuidade no transporte de passageiros com validade indeterminada e os portadores de deficiência com carteiras emitidas até fevereiro do ano passado deverão fazer o recadastramento até o dia 6 de outubro para continuar usufruindo do benefício. Após esta data as carteiras perderão a validade. Para fazer o recadastramento, os beneficiários terão que ir ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de seu município.
Esse recadastramento é muito importante, pois essas carteiras facilitam a vida dos beneficiários. Quem deixar de receber esse benefício terá muitos problemas ao utilizar o transporte coletivo.