Postagens

Mostrando postagens com o rótulo policiais

A farda não intimida mais

Este mês não pode transcorrer despercebido como pretensa referência para ações a serem desenvolvidas para e por policiais e outros empregados públicos do setor de segurança do mundo inteiro para mobilizar a sociedade e o Estado em volta do correto atendimento às condições favoráveis a um frutuoso empenho das categorias em suas atribuições. A bruxa voa solta pelo planeta e atacou duas vezes nos Estados Unidos e uma por aqui, caso ocorrido no mesmo dia que um dos atentados a forças de segurança americanas – fora fatos iguais ocorridos agora e anteriormente em todos os países, quer pela criminalidade, quer por guerras ou insurreições populares, ganhando interesse apenas dos meios de comunicação locais.

Quem tem ou já teve hostil convívio especialmente ao lado de suas casas durante a noite com "reis das ruas" que se valem de retumbantes aparelhagens reprodutoras de música – nem em cuja qualidade os donos colaboram para ser ao menos tolerada no entorno – necessita saber da unicid…

Casas depredadas

Na última segunda-feira, policiais foram chamados para desocupar imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida em São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís, no Maranhão. Houve confronto entre policiais e pessoas que invadiram os imóveis. Ao sair, muitos invasores depredaram as casas.
O Governo Federal já gastou muito dinheiro para erguer estas casas. Agora, mais dinheiro será gasto para restaurá-las. Enquanto isso, as pessoas que estão precisando de moradias vão ter que esperar. Tudo por culpa desse bando de vândalos!
Acho que o governo deveria reforçar a segurança nas obras do Minha Casa, Minha Vida para evitar invasões. Alguns policiais das regiões onde as casas são construídas poderiam ser contratados para vigiá-las.

Reivindicações de profissionais da segurança pública

Foi realizada hoje em Piracicaba, no interior de São Paulo, uma passeata da qual participaram policiais civis e delegados. Eles protestaram por melhores salários e condições de trabalho.
O governo tem que investir mais na segurança para melhorar as condições de trabalho desses profissionais e valorizá-los. Ser policial ou delegado não é pra qualquer um. Esses trabalhadores arriscam suas vidas diariamente na missão de defender a população, ficam noites em claro e ainda recebem um salário insuficiente para compensar essas desventagens da profissão.

Repressão ao jogo ilegal

Hoje o GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e a Polícia Militar estão realizando no Rio de Janeiro uma operação para prender envolvidos em exploração de caça-níqueis. Inclusive há policiais envolvidos nisso.
É vergonhoso saber que o dinheiro dos nossos impostos está sustentando uma minoria de policiais que se envolve com o crime em vez de combaté-lo. Felizmente, a maioria desses profissionais honra a farda que  veste.

Família inteira assassinada

Hoje, cinco pessoas de uma mesma família (um casal de policiais militares, o filho de 12 anos e duas mulheres) foram encontrados mortos a tiros em uma casa na Vila Brasilândia,  bairro da Zona Norte de São Paulo. O caso está sendo investigado.
Eu acredito que essa chacina foi motivado pela vingança de algum bandido. Os policiais e seus familiares correm risco de vida constantemente. Mas isso é só opinião minha. Temos que acompanhar as investigações policiais.
Seja quem for e e qual for o motivo, quem fez esse ato bárbaro deve ficar por um longo tempo atrás das grades. Quem fez isso não tem sentimento, não tem ideia de como estão se sentindo os parentes e amigos das vítimas.