Postagens

Mostrando postagens com o rótulo obras

Um imenso canteiro de obras insólito e mortal

Esta semana e as três antecedentes reuniram fatos pelos quais manifesta-se intrigante realidade. A proximidade, neste intervalo, de quatro ocorrências de acidentes, de duas cada qual levando a uma morte e as demais não expondo apenas os trabalhadores a riscos, em uma obra pública e três privadas em Campo Grande é de suscitar monitoramento da salubridade dos serviços após rearranjos no contingente estatal fiscalizador escolhendo e mantendo seus membros conforme os motivos que o levam ao exercício da função, este possívelmente demandando ainda ajustes em suas normas-guia.

No último dia 23, segunda-feira, a semana (na verdade seus cinco dias reservados pelo ser humano para a esmagadora maioria de seus afazeres) a ele correspondente principiou-se trazendo à família de João Ribeiro Carapia informação do tipo mais incapacitante de longo prazo a sua força para tocarem suas vidas, ao que todos somos incentivados por cada segunda após o sábado e o domingo. Entre todos os familiares o caso mai…

Obras no aeroporto

A pista do Aeroporto Internacional de Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, será reformada e, em razão disso, os voos no período noturno estão suspensos.
É claro que essas obras vão causar transtornos às pessoas que precisam utilizar o transporte aéreo, mas isso é um mal necessário. Essas melhorias  vão tornar o aeroporto mais seguro.

Dá-lhe processo!

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou que vai processar a empresa alemã Siemens, que denunciou um esquema de cartel em obras de trem e metrô. Só que a multinacional também participou de tudo isso.
Como é que uma empresa denuncia um esquema sujo do qual ela mesma participa? Acho que aí tem coisa! Esse caso tem que ser muito bem investigado. Essa história está muito mal contada.

Obras ecologicamente corretas

A vereadora Délia Razuk, de Dourados, aqui no Mato Grosso do Sul, encaminhou indicação aos senadores Waldemir Moka (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT), aos deputados federais Geraldo Resende e Marçal Filho (PMDB) e aos estaduais Zé Teixeira (DEM), Jerson Domingos (PMDB), Laerte Tetila (PT) e George Takimoto (PSL) , sugerindo que eles exijam o uso de telhas ecológicas em obras para as quais garantirem emendas parlamentares.
Essa iniciativa da Délia Razuk foi excelente. O Poder Público tem que dar exemplo para que a população passe a ter stitudes ecologicamente corretas.
Além de serem sustentáveis, essas telhas são mais baratas que as tradicionais de cerâmica, o que diminuirá o custo das obras públicas.

Punição por causa do atraso de obras

Em Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, a construtora Homex do Brasil perdeu uma obra de construção de um condomínio de casas por causa do atraso na entrega dos imóveis. A Caixa Econômica Federal acionou um seguro para a conclusão da construção.
Isso mesmo! Bem feito! Isso é para que as empresas de todos os setores aprendam a respeitar os clientes. Ninguém merece investir horrores em produtos ou serviços e depois não recebê-los. A verdade é que algumas empresas só pensam em ganhar dinheiro e não estão nem aí para os consumidores. Devemos ter cuidado ao adquirir produtos ou serviços. Seria bom se todo mundo que tem internet em casa fizesse pesquisas para ver se as empresas são constantemente alvos de processos na Justiça ou reclamações de clientes, por exemplo.

Causa identificada

Já se sabe a causa do rompimento de uma adutora que destruiu casas e matou uma criança no bairro Campo Grande, no Rio de Janeiro. O desastre foi provocado por uma obra de terraplanagem em um terreno de uma fábrica de bebidas; máquinas pesadas passavam sobre a região do solo embaixo da qual estava a tubulação.
O dono dessa indústria não é santo não; ele já tinha sido preso por roubo de água. Em vez de ser preso, esse empresário deveria ser obrigado a indenizar as famílias que tiveram prejuízos.
O governo também é culpado. A fiscalização de áreas onde há tubulações de água deveria ser reforçada.

Obras inacabadas

Funcionários de uma empresa terceirizada contratada pela DESO (Companhia de Saneamento de Sergipe) deixaram inacabadas as obras de saneamento na zona de expansão de Aracaju. Muitas ruas ficaram esburacadas.
Isso é vergonhoso para a população, que paga impostos para que os serviços públicos funcionem bem. A DESO deveria verificar o que está acontecendo. Será que os trabalhadores não estão fazendo o serviço direito? Ou isso é obra da empresa, que não é de confiança e só quer ganhar dinheiro?

Desabamento

Na última segunda, três pessoas ficaram feridas após o desabamento do teto de uma loja em Ilhéus, na Bahia. A suspeita é de que a estrutura teria sido abalada por uma obra que estava sendo realizada em uma loja vizinha
Para quem não sabe, existem maneiras de diminuir vibrações em obras. As autoridades competentes deveriam aumentar a fiscalização nas obras para cobrar o cumprimento dessas medidas. As vibrações costumam causar problemas em construções que ficam nos arredores de obras.