Postagens

Mostrando postagens com o rótulo mulheres

Medo toma conta das mulheres

Em Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, três mulheres foram estupradas em apenas quatro dias.
Quem faz isso deve ser preso! As vítimas ficam traumatizadas pelo resto da vida, sem contar o risco de gravidez e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Na minha opinião, quem faz isso tem algum tipo de transtorno mental. Desde quando é normal alguém sentir prazer com o sofrimento das pessoas?
As autoridades têm que tomar alguma providência antes que as mulheres ou seus companheiros (maridos ou namorados) façam justiça com as próprias mãos, atitude que não é recomendada.

Mudando vidas

Ontem o Jornal da Record mostrou uma reportagem sobre a associação Mãos que Criam, que ajuda mulheres pobres da Cidade Estrutural, região pobre do Distrito Federal. Roupas são produzidas com materiais vindos do lixo e vendidas. Muita gente mudou de vida; uma das integrantes consegue até pagar a faculdade da filha.
Se não fosse esse projeto, essas trabalhadoras continuariam na mesma situação em que estavam: na pobreza e sem perspectiva de futuro. A imprensa não deve ficar mostrando só tragédia. Também é preciso mostrar o que está dando certo na sociedade.

Socorro às vítimas de estupro

A presidenta Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei que obriga os hospitais a fornecer a "pílula do dia seguinte" às mulheres que sofrerem violência sexual.
Muito boa mesmo essa decisão da Dilma! Nenhuma mulher merece gerar um filho fruto de um ato monstruoso. A gravidez indesejada prejudica a vida das vítimas de abuso sexual. Todos os planos que elas fazem para o futuro caem por terra.