Postagens

Mostrando postagens com o rótulo internet

Momento de raiva

Na noite desta quarta-feira, um ex-aluno invadiu um alojamento no campus da USP em São Carlos, no interior paulista e, armado, efetuou vários disparos. Ninguém foi atingido. Há seis meses o rapaz sofria bullying na faculdade e na internet após denunciar ter sofrido abuso sexual durante um trote. Ele, que está foragido e teve a prisão preventiva decretada, acusa a faculdade de não ter tomado nenhuma providência diante de casos de violência.
As escolas e universidades não podem ser omissas diante dessas situações. Caso contrário, os alunos podem se revoltar e praticar massacres, como o que ocorreu naquela escola no Rio de Janeiro em 2011 e os muitos que acontecem frequentemente nas escolas dos Estados Unidos.
O Facebook e outros sites de relacionamento oferecem alternativas para que o usuário não sofra agressões verbais. Pode-se bloquear, denunciar ou excluir a pessoa que esteja fazendo essas coisas. Além disso, os responsáveis por esses atos podem ser penalizados pela lei e ter suas c…

Punição por causa do atraso de obras

Em Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, a construtora Homex do Brasil perdeu uma obra de construção de um condomínio de casas por causa do atraso na entrega dos imóveis. A Caixa Econômica Federal acionou um seguro para a conclusão da construção.
Isso mesmo! Bem feito! Isso é para que as empresas de todos os setores aprendam a respeitar os clientes. Ninguém merece investir horrores em produtos ou serviços e depois não recebê-los. A verdade é que algumas empresas só pensam em ganhar dinheiro e não estão nem aí para os consumidores. Devemos ter cuidado ao adquirir produtos ou serviços. Seria bom se todo mundo que tem internet em casa fizesse pesquisas para ver se as empresas são constantemente alvos de processos na Justiça ou reclamações de clientes, por exemplo.