Postagens

Mostrando postagens com o rótulo fogos de artifício

Para cada começo e percurso de novos anos, os mesmos preparativos de abrangência muito inferior ao ideal

De novembro até 15 deste mês a campanha "Stop petardama" ("Parem os fogos"), conduzida informalmente por cidadãos de Novi Sad, conglomerado urbano da Sérvia, tornou a Praça da Liberdade cenário de protestos silenciosos contra um dos universais símbolos desta época frente ao risco de seu manuseio e os males do ruído excessivo a animais domésticos e pessoas em condições de saúde excepcionais. Medida mais severa em relação ao que o grupo anseava de forma geral passou a vigorar no primeiro dia útil do novo ano em Campinas, no estado de São Paulo, numa nação que nem precisa ser mencionada para quem a habita. A lei que tal limite impõe se apoia em uma estrutura não confiável o suficiente para embasar iniciativas análogas em qualquer parte do mundo em consequência de tão sólida ser como o empenho geral da humanidade antes, no curso e depois dos festejos de transição anual para que cada novo ciclo seja como o desejado incessantemente.

A lei antifogos da metrópole interiora…

Fogos, nem pensar!

O prefeito de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, José Fortunati, sancionou a lei que proibe o uso de fogos de artifício em locais fechados da cidade. O projeto é de autoria da vereadora Mônica Leal (PP).
Foi muito boa a iniciativa dessa vereadora. Seria bom se as outras cidades e estados do país seguissem esse exemplo.
Só agora, com a tragédia da Boate Kiss, a população e o poder público começaram a se preocupar com a segurança em locais fechados.

Casa explosiva

Recentemente, uma casa explodiu em São Paulo, deixando dois feridos e muitos estragos. O local era um depósito de fogos de artifício e balões.
Os bombeiros deveriam aumentar a fiscalização em locais onde há materiais perigosos. Que bom que no caso citado acima não houve morte, mas poderia ter havido! Vale a pena lembrar: quem fabrica, vende, transporta ou solta balões que possam provocar incêndio pode ir em cana!