Postagens

Mostrando postagens com o rótulo economia

Questão de honestidade individual e também de oportunidade no acesso à propriedade

Caso de polícia por nobres motivos, as fraudes com objetivo de burlar as cobranças pelo uso da energia elétrica demonstram ser em parte de suas aparições uma das variadas consequências de descompassos entre atos de governantes e certa parte da nossa sociedade, com réplicas noutras porções do mundo, relativos à garantia para cidadãos urbanos e campesinos de acesso e resguardo à posse de propriedades onde queiram fazer morada e/ou das quais pretendam tirar tirar o sustento econômico.

De mais de um mês para cá os adeptos dos "gatos" como alívio para as cobranças pelo consumo de eletricidade em Araçatuba e Birigui, no interior de São Paulo, tiveram interrompida por oportuna ação da Polícia Civil e da concessionária CPFL Paulista sua expectativa de se conservarem imunes às recompensas por parte das autoridades com fundamento nos efeitos colaterais da prática na segurança dos autores e de quem convive com eles e na ordem das finanças inerentes a um serviço de contínua importância …

Gambianos, e não mais gambiarras!

O ano começou na Gâmbia com seu povo finalmente alcançando uma progredida realidade que esteve a perigo de continuar sendo um sonho épico, como tem sido por 22 anos. No concluído semestre a conturbada transição presidencial geradora de efeito dominó reordenador sobre as outras instâncias de poder atraiu mais nítidos esforços para amparar os tão carentes moradores do país africano, em nível condizente com os fortalecidos anseios por melhoras nos recursos úteis aos indivíduos no atendimento a suas demandas vitais e no uso de suas capacidades para o bem de outrem. Na renovada dinâmica institucional daquele Estado, contudo, sobrevivem substanciais heranças do extinto regime ofuscantes para uma inteira certeza de que a jornada democrática seguirá rumos exitosos.

Logo após se acomodarem em um avião, Yahya Jammeh, sua família e uma leva de gente responsável pelo suporte a este durante os mais de 22 anos em que presidiu a Gâmbia cruzavam os céus rumo ao exílio na Guiné Equatoria. Belo sinal d…

Atualizadas esperanças e precauções para se relacionar com os Estados Unidos

Imagem
Expirou em 20 de janeiro, momento da posse de Donald Trump como politicamente supremo líder de um dos maiores atores políticos e econômicos globais, a lacuna no atendimento ao aguardo por atos atrelados a seu temperamento iniciada no recente novembro, quando fora eleito contrariando até suas próprias espectativas. Neste encerrado primeiro semestre, o trabalho do empresário nada experiente em gestão pública (único caso do tipo na história americana, segundo a qual ele também é o mais velho presidente que os Estados Unidos já tiveram) traz um tanto de esperanças a sua pátria e o mundo de uma contenção do colapso de valiosos elementos da ordem ocidental, disputando espaço na composição de seu legado as controvérsias no uso do poder pelo ícone de cuja seriedade fornece pistas a abrangência das divisões entre apoiantes e opositores do republicano, detectável até no partido que integra.

O volumoso e denso pacote de mudanças socioeconômicas com cuja promessa Trump atraíra eleitores, mantiver…