Postagens

Mostrando postagens com o rótulo economia

Encenação, nos bastidores do governo, de um país inexistente

Nenhum mapa do Turcomenistão exibe a bipartição do país resultante de bipolares ações de seu governo. O design arquitetado para o país nos edifícios dos poderes centrais muito confortáveis a seus ocupantes e fechados a constante visitação pública não está tendo facilidades para se fazer real, no que depende dos efeitos de notórias atitudes práticas quanto às liberdades da população, outrora refém do comunismo até 1991.

Desenvolveu-se no último mês uma recente oportunidade de se conhecer o contraste segundo o que a mídia turcomena registra. Reunido com ministros, reitores de universidades, representantes do ramo de telecomunicações, entre outros parceiros, o presidente da República, Gurbanguly Berdymuhamedow, recebia e respaldava propostas e o panorama de iniciativas já em curso para a maioria das quais, sem levar em conta outros fatores, se imagina como fruto uma aproximação ao primeiro mundo dos parâmetros de desenvolvimento socioeconômico interno e solidariedade para com outros Esta…

Aonde o Brasil pode parar conduzido por ele

Tem se passado pouco mais de um ano da ratificação da definitiva perda do mandato por Dilma Rousseff, confirmando-se de vez o cargo a seu natural substituto Michel Temer. O progresso tecnológico global em muitos ramos profissionais e o envelhecimento da população brasileira geram sinais da necessidade de reformas na legislação trabalhista, no sistema previdenciário, nas condições para a fluidez no fluxo de mercadorias e lucros entre empregadores, empregados e clientes e na fonte, entre os serviços essenciais a todo humano, das habilidades necessárias a uma bem-sucedida participação no mercado, a educação. Algo que o presidente e seus correligionários reconhecem, dando um potencial fôlego para se reerguer a economia deste gigante latinoamericano. Têm o processo evolutivo da lida com esses assuntos e a derrota das forças políticas remanescentes do antigo regime, contudo, obstáculos ao alcance de celebráveis gradações no inevitável papel influenciador que na robustez das iniciativas meta…

Questão de honestidade individual e também de oportunidade no acesso à propriedade

Caso de polícia por nobres motivos, as fraudes com objetivo de burlar as cobranças pelo uso da energia elétrica demonstram ser em parte de suas aparições uma das variadas consequências de descompassos entre atos de governantes e certa parte da nossa sociedade, com réplicas noutras porções do mundo, relativos à garantia para cidadãos urbanos e campesinos de acesso e resguardo à posse de propriedades onde queiram fazer morada e/ou das quais pretendam tirar tirar o sustento econômico.

De mais de um mês para cá os adeptos dos "gatos" como alívio para as cobranças pelo consumo de eletricidade em Araçatuba e Birigui, no interior de São Paulo, tiveram interrompida por oportuna ação da Polícia Civil e da concessionária CPFL Paulista sua expectativa de se conservarem imunes às recompensas por parte das autoridades com fundamento nos efeitos colaterais da prática na segurança dos autores e de quem convive com eles e na ordem das finanças inerentes a um serviço de contínua importância …