Postagens

Mostrando postagens com o rótulo captação ilícita de sufrágio

Vereador não quer perder o mandato

Em Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, o vereador Paulo Pedra recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral para reverter a cassação de seu mandato. Ele foi cassado por uma juíza por abuso de poder e captação ilícita de sufrágio (doar, oferecer, prometer ou entregar ao eleitor bens ou vantagens de quaisquer natureza em troca do voto).
Essa juíza está certa. O povo não merece sustentar, com dinheiro dos impostos, políticos que fazem isso ou qualquer coisa errada.