Postagens

Mostrando postagens com o rótulo barracos

Mar de fogo

Ontem, um incêndio consumiu uma área nas proximidades das rodovias BR-463 e MS-379, em Dourados, aqui no Mato Grosso do Sul. Várias cabeças de gado que estavam em propriedades rurais da região e um idoso que morava em um barraco morreram. Várias outras pessoas que residem em barracos foram socorridas. Devido à grande extensão da área queimada, uma nuvem de fumaça formou-se no céu da cidade, o que causou incômodo para a população. A Polícia Militar Ambiental afirma que o incêndio não foi ocasional, ou seja, foi causado por alguém, que será localizado e responsabilizado.
Apesar dos alertas, muitas pessoas insistem em pôr fogo em lixo e pastagens. Tem gente que acha que sabe controlar as chamas; isso é impossível, principalmente nessa época de estiagem. Quando o fogo sai de controle, podem ocorrer tragédias, como em Dourados.
A pessoa que provocou o incêndio tem que ser presa. Essa atitude irracional acabou causando prejuízos aos produtores rurais e à saude dos douradenses e levou a vida…

Protesto na Prefeitura

Ontem, moradores da Cidade de Deus, comunidade pobre de Campo Grande, aqui no Mato Grosso do Sul, foram à Prefeitura e fizeram um protesto no qual pediram moradias dignas.
O governo municipal tem que construir casas para estas pessoas humildes, que vivem em condições degradantes. Os barracos ficam perto do lixão da cidade, o que torna o local insalubre. Além disso, as moradias são de madeira, o que facilita a ocorrência de incêndios, como o que aconteceu neste fim de semana. Imaginem então o sufoco que esse pessoal passa nessas épocas de frio.
Essa é uma prova de que Campo Grande não é uma cidade sem favelas, ao contrário do que muitos pensam.