Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Várzea Grande

Do descaso veio a conta aos culpados

Das cadeias procederam ordenanças por meliantes de revanchistas derivações mais graves das linhagens de circunstâncias que para lá levaram-nos. Entre 10 e 12 do último mês os governantes e cidadãos de Mato Grosso tiveram agradecida sua apatia para com as condições dos reclusos nos incêndios a ônibus de transporte coletivo, tiros em uma base da PM e ataques a casas de um agente penitenciário e de um policial em Cuiabá e na vizinha Várzea Grande, além de, no interior, ato parecido com o segundo item (queima criminosa de viaturas) em Barra do Garças e condutas associadas ao terceiro em Sinop e Barra do Bugres.

Os comandos para a instauração do clima de terror na porção de terra vizinha, outrora parte, nossa – "colocar o bagulho no vermelho", "destruir a cidade", conforme diálogos entre presos – floresceram sem topar com socialmenrte benditos obstáculos, os agentes penitenciários, boa parte dos quais manteve-se fora dos presídios, em estado de greve que perdurou por 33…