Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Penápolis

A inocência infanto-juvenil sob pesado ataque

Mesmo com policiais atuantes e detenções em números nunca vistos antes no Brasil, a operação Luz na Infância afeta uma parcial extensão do problema, que vai além da descoberta de responsãveis pela pedofilia no universo virtual. A quebra prática das expectativas de a mobilização abranger o país inteiro marca possíveis pontos cegos a que cabe revisão no trabalho conjunto entre órgãos federais e regionais da área de segurança pública. Ademais, a caçada aos pedófilos ocorreu paralelamente a um debate polêmico cujo proveito vai influir na efetividade de esforços repressivos. Conquistando partidários, sob a desculpa do apoio à liberdade de expressão cultural, e críticos, o aumento na exposição de crianças a representações artísticas erotizantes e ofensivas a valores fundamentais à ordem social põe obstáculos ao desestímulo aos abusos em virtude da tendência ao encontro pelos predadores de vítimas mais "fáceis".

O cerco aos que via internet promovem o escarnecimento da integridade …

Lugar histórico até para quem o ultrajou

É mais um caso, antecedido e sucedido por tantos em nossas terras verde-amarelas e no exterior, de gente que por motivos obscuros denigre bens que ela mesma e seus semelhantes utilizam, gerenciam em parceria com o aparato público e cuja condição deteriorada incorre em diferenças negativas na aptidão para suprir necessidades de qualquer usuário que deles precise seja em que momento for. Contudo, quando a Polícia Militar de São Paulo pôs as mãos sobre um jovem que pichava um importante museu em Penápolis, foram expostos para contemplação singulares pontos do enredo na lida com os quais autoridades e o povo não podem ficar nem um pouco desatentos à atualidade dos métodos.

Interessantes divergências constam em relatos da mídia penapolense sobre o que na tarde do dia 28 do mês anterior um comerciante de 20 anos estava fazendo com as paredes do Museu Histórico e Pedagógico Memorialista Gláucia Maria de Castilho Muçouçah Brandão, situado na Praça 9 de Julho, para legitimar a repressão polici…