Postagens

Mostrando postagens com o rótulo OAB

Nunca é demais privar o inimigo de vantagens no terreno

O governador sul-matogrossense Reinaldo Azambuja (PSDB) no recente dia 8, utilizando-se de suas atribuições, induziu ao fechamento uma disputa com quase estável harmonia no nosso Judiciário. O corpo de desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) retomou a completude com a nomeação pelo líder do Executivo estadual de um nome entre três cujas candidaturas sobreviveram a uma desavença em favor basicamente do poder.

O advogado Alexandre Aguiar Bastos é o novo ocupante da 32ª cadeira de desembargador, integrante de um pequeno grupo quádruplo chamado Segunda Câmara Cível, do TJMS. Seu nome se incorporou ao interesse de Azambuja atravessando dois mecanismos filtradores de candidatos inter-relacionados pela mudança regular mútua na quantidade de pretendentes nas fases, ora uma tendo o número superior na metade ao da outra, ora nesta o número recuando em dito tamanho. Bastos acompanhava outros dois nomes na coletânea ao governador remetida pelo TJMS na sequência de tê-l…

Poucas aprovações

Apenas 18,53% dos candidatos inscritos nas oito edições entre 2010 e 2012 do Exame de Ordem da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) foram aprovados na primeira vez que prestaram o exame.
Acredito que isso se deve à baixa qualidade dos cursos de Direito (assim como em outros cursos) das universidades públicas do Brasil. Muitos universitários se dedicam até demais aos estudos, mas acabam sendo prejudicados pela baixa qualidade do ensino superior. É por isso que o Brasil não vai pra frente.