Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Egito

Mal tão comum que até (não só nós) o estaríamos comendo

Quando aqui no Brasil e em importante soma do exterior já existia um vasto conhecimento do perfil moral do conluio entre algumas repartições públicos e conglomerados empresariais de nosso país, dá-lhe mais escândalo! Este é que vem mexer com a confiabilidade de negócios com a nação em virtude de se estender para sociedades estrangeiras participantes deles o destino de carnes, produtos de consumo socialmente direto e generalizado, nos bastidores de cuja feitura e verificação sanitária a corrupção, na forma de desvios dos vigores legais para a venda de mercadorias inadequadas quanto a eles, tomava partido. Certeza que de ditas pedaladas éticas hão de emanar consequências para nossa pátria (do que nem o exterior se vê livre) envolvendo as mesmas e a forma como tiveram publicidade inicialmente, cuja incompleta veracidade as torna menos adequada base para as reações internacionais do que aspectos autênticos dos quais os líderes políticos e econômicos forasteiros poderiam se inteirar pelas …

Dia sangrento no Egito

Nesta quarta-feira, um confronto entre policiais e apoiadores do presidente Mohamed Morsi, que foi deposto no mês passado, deixou uma grande quantidade de mortos e feridos.
Os militares que governam provisoriamente o país afirmam que Morsi não fez um bom governo. Olha só quem fala! De que adianta derrubar um governo ruim e instalar outro pior ainda?
Como todos sabem, o antecessor de Morsi foi o ditador Hosni Mubarack. Mas agora o país enfrenta outra ditadura, um regime militar pior que o ocorrido aqui no Brasil entre 1964 e 1985.

Golpe de Estado no Egito

O presidente do Egito, Mohamed Mursi, foi deposto hoje e o país será governado provisoriamente por militares.
Mursi mereceu mesmo a deposição. O governo dele causou insatisfação na população. Só espero que o novo presidente, que será eleito através de novas eleições, realize um governo democrático e que atenda às necessidades da população. Os egípcios já estão cansados de opressão.