Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Belém

Situação bipolar da água

A contar de seu início e ainda faltando muito para completar sua prineira metade, este ano já traz exemplos, na forma de fatos que têm por cenário a capital federal, o nordeste e o norte do país, de perspectivas antagônicas em relação ao manejo humano da água. Entre as falhas do setor público e das empresas gestoras de recursos hídricos quando o sistema é afetado por adversidades e virtuosos atos de resposta da população aos deslizes está aberto o fosso entre as aptidões de ambos que, unidas, muito teriam a somar no resguardo a um elemento natural tão simples, porém constando entre os pilares químicos da vida, e cada vez mais escasso em certas partes do mundo.

A partir de janeiro começou, na questão da disponibilidade de água, a obter espaço na consciência de uma progressivamente aumentada parcela dos habitantes de Brasília e do Pará, como é possível de agora estar se passando com uma amostra da sociedade alagoana, o indicativo de nunca ser cedo para se incumbir aos indivíduos comprom…

Cartão-postal ameaçado

Em Belém, no Pará, a Ilha do Mosqueiro está sofrendo com a erosão provacada pelas marés. Muitas barracas montadas nas praias da ilha por vendedores ambulantes foram destruídas.
Com certeza isso é consequência do aquecimento global. A natureza está se vingando do mal que o ser humano faz há muito tempo.