Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Amazonas

Rumores do Carnaval que ecoarão pelo ano todo

Não se deixando de considerar as variantes dos acontecimentos a cujo peso necessitam se condicionar as análises construtivas do tema, mais gente recebeu em suas vidas em certos casos perenes marcas de sua relação com as normas institucionalizadas e naturais de convívio social durante esta temporada carnavalesca que a cada repeteco desta época reforçarão más lembranças da festa entre ditas pessoas e/ou familiares e amigos. Configura-se o cenário, nesta edição da folia generalizada, sobre as especificidades de como interatuam as instituições voltadas ao bem comum e os indivíduos nos momentos anteriores, simultâneos e posteriores à festa, do jeito que foi nas ocasiões anuais precedentes e será nas próximas.

Não importa a escolha de cada brasileiro, se vai se integrat às massas humanas ocupantes de ruas e avenidas junto a blocos, trios elétricos, escolas de samba e afins, refugiar-se em casa ou viajar, respondendo com uma destas duas últimas estratégias "Não, obrigado!" a convit…

O bastante dentro de um bimestre para notabilizar o ano que ele abriu

Por motivos infelizes este ano nos dois primeiros meses já obteve tudo de que necessitava para ser único na história da segurança pública brasileira. Uma monta considerável da população foi cobaia de tentativas de expansão ousada por criminosos de sua autoridade, seja dentro ou fora das cadeias, tomando partido de lacunas na capacitação e na estrutura para trabalho disponibilizadas à mão de obra policial, judiciária e carcerária, assim como nas condições de labuta de entes governamentais e informais atuantes na prevenção da criminalidade. Para colher bons frutos na recondução de membros errantes à sociedade e barrar a renovação da mão de obra delinquente necessitam essas áreas em primeiro lugar de servidores que não esmoreçam ante omissões de autoridades nem caiam em tentações capazes de igualar seu caráter e competência aos de seus superiores democraticamente eleitos, os responsáveis pelas dificuldades.

Um ano de inaugurada completou a Penitenciária Industrial de Blumenau, na homônim…

Para cada começo e percurso de novos anos, os mesmos preparativos de abrangência muito inferior ao ideal

De novembro até 15 deste mês a campanha "Stop petardama" ("Parem os fogos"), conduzida informalmente por cidadãos de Novi Sad, conglomerado urbano da Sérvia, tornou a Praça da Liberdade cenário de protestos silenciosos contra um dos universais símbolos desta época frente ao risco de seu manuseio e os males do ruído excessivo a animais domésticos e pessoas em condições de saúde excepcionais. Medida mais severa em relação ao que o grupo anseava de forma geral passou a vigorar no primeiro dia útil do novo ano em Campinas, no estado de São Paulo, numa nação que nem precisa ser mencionada para quem a habita. A lei que tal limite impõe se apoia em uma estrutura não confiável o suficiente para embasar iniciativas análogas em qualquer parte do mundo em consequência de tão sólida ser como o empenho geral da humanidade antes, no curso e depois dos festejos de transição anual para que cada novo ciclo seja como o desejado incessantemente.

A lei antifogos da metrópole interiora…