Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Recriação inoportuna

Em Campo Grande, nossa capital, o Parque Florestal Antônio Albuquerque, o Horto Florestal, teve quebrado pela Prefeitura o jejum de atenção sob o qual esteve por mais de 10 anos, tempo em que foi um point para marginais, moradores de rua e drogados, depósito de lixo e até local para desova de cadáveres, dos quais a recente descoberta de um em março foi o ponto de partida para esta decisão do Executivo, propondo reformas e limpeza na área. As edificações do terreno formadas por tijolos não rebocados receberam pintura e as grades que o cercam ficaram azuis em detrimento ao verde que combinava com a cor da vegetação. Embora houvesse a parcela populacional que aprovara os ajustes, estão eles no centro de uma polêmica por prejudicarem o tombamento do espaço, ideia do vereador Eduardo Romero (PTdoB), considerando a importância histórica e ambiental da estrutura. Que os encarregados de investigar o rebuliço – o MPE (Ministério Público Estadual – atirem as pedras dispostas à sua frente se fo…

Machismo vindo de onde e quem nunca se esperava

A contribuição do trabalho feminino na indústria pesqueira da Galícia, comunidade autônoma do oeste espanhol, para a redução da pobreza não é enxergada propositalmente pelo Conselho do Meio Rural e do Mar, órgão da Junta da Galícia, o conglomerado de instituições governistas local. A integração de seletos grupos – os cargos de liderança – dentre as organizações pesqueiras é o passaporte para o acesso a benefícios públicos – nada vinculado às verídicas competências administrativas, como custeio de despesas de férias em hotel quatro estrelas, nos moldes do que teria ocorrido em maio de 2011 –, privando dos verdadeiros auxílios, em contraparte, quem sabe por experiência própria o que a lida com a rede e a coleta de mariscos lhe rendem de bom e ruim. Essas condutas negligentes fazem a entidade parecer chefiada por um homem. E só parece mesmo! A história, funcionando como os marcadores para gado, foi tão bem sucedida em impor aos homens e mulheres, respectivamente, os "destinos"…

Um privilégio sem sentido prático

Qual é a explicação para a contrariedade entre os dados conseguidos pela Pesquisa Nacional de Saúde, do IBGE, que aponta nosso estado, dentre outras coisas, como líder na adesão de motociclistas ao capacete (95,5%) e medalha de prata no uso do cinto de segurança em carros (82,9%), e a prática, na qual e costumeiro presenciar acidentes, muitos com sérias consequências e afetando justo os usuários de motos? Convenhamos considerar a possibilidade de alinhamento dos resultados da pesquisa relativos ao número de acidentes registrados desde o ano anterior, embora nosso percentual (3,4%) esteja na oitava colocação, encabeçada por Roraima, com 8,7% de seus habitantes com envolvimento nas ocorrências. Nos mais de 2 milhões que somos essa porcentagem, correspondente a dezenas ou centenas de milhares de vítimas, uma vez aue seu impacto social e financeiro público é sabido de cor por todos nós (cidadãos comuns, autoridades e jornalistas). Como já dito, o capacete não está resguardando seus util…

Motosserra na fortuna dos vândalos ambientais

Sabe aquelas coisas que são boas demais para serem verdade, por causa das desfavoráveis condições comumente inimigas de seu cumprimento? Um fato com essas peculiaridades está em curso no Pará, com relação ao tratamento dado a indivíduos e empresas que promovem desmatamentos na Amazônia por causa do maior rigor a diversos adeptos da exploração predatória, alvos de Ações Civis Públicas movidas pelo IBAMA requerendo multas no total valor de R$ 16,5 bilhões, o reparo dos danos, estendidos por milhares de hectares, e o entrave à concessão de financiamentos e incentivos fiscais aos réus até obedecerem às determinações. O sugerido andar da carruagem aponta avanços a seu seguimento para os bons rumos a serem percorridos na intenção de colocar em seus merecidos níveis e lugares os anseios das categorias que disputam o controle sobre as terras amazônicas – grandes fazendeiros e companhias, "povoa da floresta" (índios e ribeirinhos) e grupos ambientalistas em geral –, de acordo com a …

Igual foco na natureza urbana

Compromisso estabelecido com o Ministério Público aqui do estado sob assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), à Prefeitura de Bonito ficou por missão estender para o território urbano a ela competente o atencioso tratamento com que gerenciam a Gruta do Lago Azul e outras belezas naturais contribuintes para o desempenho econômico da cidade, à qual atraem turistas, até gringos. Coincidindo, trata-se a igual modo de questão ambiental, o monitoramento das condições de saúde e segurança das árvores, nas quais podas radicais ou decorativas passam a ser vetadas, devendo ter atenção apenas os trabalhos requeridos em espécies vegetais com problemas que representem perigo à integridade dos cidadãos e seus bens. O cumprimento desses deveres está sendo promovido em parceria com a Fundação Neotrópica Brasileira, que provavelmente iniciou as atividades voltadas ao assunto ministrando junto aos gestores municipais um Curso Sobre Poda e Arborização Urbana em 21 e 22 do mês passado. Ne…

Dimensões incompatíveis entre si

Ficaram para a Prefeitura e os moradores da cidade paulista de Avaré os custos (não abrangentes apenas às questões financeiras) dos prejuízos induzidos pelos danos um um semáforo derrubado há dias no encontro das avenidas Bahia e Major Rangel após a carga de um caminhão vindo de Sumaré atingir fios do aparelho. Até que se concluam os processos de conserto ou troca do sinaleiro estarão sendo testemunhados e sentidos na pele e nos nervos de quem inclui aquele trecho nas rotas para seus cotidianos deslocamentos os reflexos da falta dos dispositivos e, consequentemente, entender o significado que esta sinalização especial começa a ter no aglomerado urbano (mesmo situando-se no interior do estado que sedia uma das mais famosas metrópoles do planeta) por conta de seu nível populacional (na casa dos 100 mil habitantes), que influencia na frota de veículos particulares, ainda mais por dela dependerem justo as regiões de alto fluxo. Tendo os recursos públicos direito ao nome que recebem por e…

Revolta conjunta

Em nosso estado, frente à carência nos governantes de habilidades para gratificar financeiramente os esforços de quem movimenta seus serviços endereçados à população, os funcionários públicos acordaram! A greve dos professores estaduais começada no dia 27 e encerrada neste dia 3, expandiu por entre a comunidade estudantil de nosso território as dificultosas experiências inseridas a partir do dia 25 no dia-a-dia de quem frequenta as escolas municipais de Campo Grande, onde não são o único grupo social privado de seus direitos, já tendo isso se generalizado há semanas na sociedade no campo da saúde como resultado da suspensão de atividades por grande parte dos médicos. Algo já bem familiar à realidade em que operam os serviços de saúde pagos forçadamente pelas massas populares em todo o território nacional, é certo que na capital as filas e os procedimentos assistenciais em si costumam andar abaixo da velocidade compatível com o valor exigido pelas vidas humanas, rebaixando-se a níveis…